07 fevereiro 2013

Sangue Quente - Isaac Marion

Aqui vai um livro com um tema diferente que está invadindo aos poucos a literatura: Zumbis!

Sempre gostei desses mortos vivos que comem cérebros, porém nesse livro vemos uma perspectiva diferente da que as pessoas costumam contar. Sei que muitas pessoas irão reclamar que zumbis estão virando Crepúsculo, mas cara, me poupe.

Autor: Isaac Marion
Editora: LeYa
Páginas: 251
Nota: 5 / 5 estrelas

Sinopse: R é um jovem vivendo uma crise existencial - ele é um zumbi. Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima. Julie é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a "vida" de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos-vivos, e talvez o mundo inteiro.

Quero apresentá-los R. Sim esse é o nome dele, pelo menos a letra que ele acha que começa o seu nome. Sabe quando você se torna um zumbi, você não lembra de nada da sua vida anterior, você não sonha, não dorme, não fala e não tem coincidência do tempo à sua volta. É assim a vida de R. Porém ele é um zumbi "prodígio", consegue dizer algumas palavras, possui pensamentos e curiosidades sobre a vida.

O que tem de errado comigo? Olho para minha mão e sua carne cinza e pálida, fria e dura, e sonho com ela rosa, quente e flexível, e que pode manejar, construir, acariciar. - R

Digamos que ele é o estranho entre o grupo. Apenas ele e seu amigo M conseguem falar algumas palavras, e formar frases curtas. Não é o melhor diálogo de todos, mas eles tentam. R não tem ideia de quanto tempo faz que ele é zumbi, ele vive no aeroporto juntos com os demais da sua espécie. Cidades e países foram destruídos, existem poucas pessoas hoje em dia, e as que existem estão bem protegidas no Estádio.

Em uma certa caçada, R e seu bando encontram um grupo de jovens. Faminto, R come o cérebro de um garoto, ele adora essa parte, porque ao comer o cérebro, ele vê flashes da vida da pessoa, de suas emoções e sentimentos, algo que o R deseja sentir. Após fazer a sua refeição, e guardar um pouco para mais tarde, ele encontra a Julie, a namorada do garoto que ele devorou - chamado Perry -, sendo caçada por outros zumbis. Sem entender muito bem, ele a protege. Agora R tem a necessidade de proteger Julie. Porém ele irá ter que enfrentar todos os zumbis, e principalmente, os Ossudos, digamos que são mil vezes pior que os zumbis…

- Porque seus olhos são assim?

- Assim… como?

- Dessa cor cinza estranha, diferente (…) É um pouco assustador. Parece quase… sobrenatural. Eles mudam de cor? Quando você mata alguém, por exemplo?

- Acho que… está pensando… em vampiros.

- Ah, é mesmo. - Ela dá uma risadinha. - Pelo menos eles não viraram reais ainda. Temos monstros demais pra nos preocuparmos hoje em dia.

Não sei se vocês entenderam muito bem a resenha, porque eu não encontro um modo para poder descrever o livro sem soltar algum spoiler, e para conseguir expressar o que eu achei do livro. Mas a leitura é uma delicia, tem partes engraçadas, um "humor negro" como diria minha amiga.

Eu adorei o detalhe do livro, em cada capítulo tem um desenho de uma parte do corpo humano, muito legal, dá vontade de copiar os desenhos. E a capa eu achei muito bonita! Sobre a escrita, é um pouco diferente. Como os zumbis não falam, há menos diálogos que um livro normal, porém para mim não incomodou nem um pouco. Se vocês leem minhas resenhas, sabem que eu odeio livros muito descritivos, e por mais que achem ao contrário, não achei que teve tanta descrição como imaginei. A maior parte do livro é sobre os sentimentos e pensamentos do R/Perry.

- Como pode mudar? Se todos começamos em branco, no mesmo estado, o que faz você diferente?

- Talvez não estejamos em branco. Talvez os pedaços de nossas velhas vidas ainda nos moldem.

- Mas não lembramos daquelas vidas e não conseguimos ler nossos diários.

- Não interessa. Estamos onde estamos, independente de como chegamos aqui. O que importa é para onde vamos a seguir.

Eu amei o livro, achei R uma graça, sério. Eu estou apaixonada pelo Zumbi! O que eu fiquei confusa foi com o final que passou muito rápido e tive que reler algumas partes porque ficou mal entendido. Mas rancando isso, a leitura é uma delicia, e flui super bem. Entrou para a minha lista de desejados.

- Não sei porque você… diz adeus. Eu digo… olá.

Pelo o que eu estava lendo na internet, parece que o autor irá escrever uma continuação… Eu sinceramente espero que não porque essas sagas estão me falindo!

Eu quis MUITO ler esse livro por causa do trailer do filme baseado nele: Meu Namorado É Um Zumbi. Gente esse R (Nicholas Hoult) é tudo. Parece ser muito bom, e eu mal posso esperar para assistir. Estreia amanhã, dia 8 de fevereiro nos cinemas!

Quem irá ler/assistir? o/

9 comentários:

  1. Seeguindo linda.
    meublogtemumpoucodecada.blogspot.com
    Segue de volta . ajuda ?


    MEUBLOGTEMUMPOUCODETUDO.BLOGSPOT.COM

    Seu blog será automaticamente publicado no meu blog !

    ResponderExcluir
  2. Inicialmente eu não estava muito interessada em ler esse livro, porque eu não gosto de zumbis, mas depois de ver o trailer do filme eu fiquei curiosa.
    Ótima resenha!!!

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom assiste o filme, tenho certeza que você irá mudar de ideia ;)

      Excluir
  3. Oi Fer!
    Estou doida para ler Sangue Quente, com ele aqui do lado para ler, antes de ir ao cinema! Adorei sua resenha, ficou ótima!
    Eu, sinceramente, amo zumbis, acho que eles são os "monstros" mais legais! E adorei essa caracterísitca de que ao se alimentar dos cérebros dos humanos, os zumbis têm flashes de sua vida, muito legal!
    R deve ser uma fofo mesmo! E Nicolas Hoult ficou liiindo no papel hehehe ;)
    Obrigada pela visita e comentário :)
    Tem post novo no blog!
    Beijos, Nathi
    @bookswonderland
    Books in Wonderland

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou doida para assistir o filme, e também achei Nicolas Hoult maravilhoso no papel! É muito bom o livro, leia sim, você vai gostar ;)

      Excluir
  4. Ai, Sangue Quente é tão perfeito <3
    Adorei sua resenha mas e aí, já assistiu o filme? *-*
    Ah, o Isaac Marion está escrevendo continuação, sim. E já escreveu uma prequel, The New Hunger..
    Beijos, Anna
    http://16livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que vai ser tão bom quanto o primeiro? Espero que sim!

      Excluir
  5. Achei interessante a perspectiva do autor de zumbis, mas como um vlogueiro em que confio detestou, deixei pra lá. Mas acho que vou conferir o filme para ver se gosto da história...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, veja o filme, apesar de ter assistido e não gostei muito... O livro é muito bom, e engraçado, rs.

      Excluir